X
Logo Núcleo do Illustrator
Imagem do artigo

Abrindo arquivos CDR (CorelDRAW) no Illustrator

Por . Última atualização: 20 de junho de 2016.

O Adobe Illustrator e o CorelDRAW são aplicativos que permitem a criação de artes vetoriais. Não cabe ao Núcleo do Illustrator ou a essa publicação compará-los ou apresentar argumentações que comprovem um ser mais eficaz do que o outro. Na verdade, ambos oferecem excelentes recursos e cada profissional escolhe pelo aplicativo que mais lhe agrada, de acordo com seu trabalho, suas preferências e exigências.

O Adobe Illustrator é capaz de abrir arquivos gravados em formato CDR, desde que estejam nas versões 5 até 10. Isso significa que documentos salvos pelo CorelDRAW 11 ou versões superiores não são suportados pelo Illustrator. Há casos, entretanto, em que os usuários de Illustrator precisam abrir documentos CDR gerados a partir de versões recentes do CorelDRAW. Como muitos desses usuários não possuem ambos os aplicativos instalados em suas estações de trabalho, o processo de conversão dos dados em CDR para um formato aceito pelo Illustrator torna-se complicado.

Os parágrafos a seguir descrevem algumas alternativas que podem ser usadas para tentar converter arquivos CDR para um formato aceito pelo Adobe Illustrator. Nenhum desses métodos garante uma conversão totalmente fiel à aparência da arte original. Vale a pena, portanto, testar as possibilidades de acordo com cada arquivo e verificar qual delas apresenta melhores resultados.

Sugestões para a transferência de artes do CorelDRAW para o Illustrator

  • Abra o arquivo diretamente: antes de utilizar qualquer método alternativo, acesse o menu File > Open (Arquivo > Abrir) do Adobe Illustrator e teste abrir o arquivo CDR desejado. Caso ele seja um documento gerado pelo CorelDRAW 10 ou inferior, o Illustrator é capaz de ler suas especificações e abri-lo.
  • Realize a conversão diretamente no CorelDRAW: além do formato nativo CDR, o CorelDRAW também permite a gravação de projetos em extensões como EPS, PDF e até AI (que é nativo do Adobe Illustrator). Caso esteja recebendo um documento CDR de um usuário do CorelDRAW, peça a ele para salvar novamente o documento em uma extensão reconhecida pelo Illustrator, sugestivamente em AI. Se isso for possível, não é preciso recorrer a mais nenhuma ação intermediária para abrir no Illustrator o documento gerado pelo CorelDRAW.
  • Utilize um aplicativo intermediário: se não for possível abrir o arquivo CDR diretamente no Illustrator, ou se não houver a possibilidade de utilizar o CorelDRAW para salvar novamente a arte em um formato como o AI ou PDF, pode-se optar por utilizar um editor gráfico de código aberto (open source), como o Inkscape, para realizar a conversão dos dados. O Inkscape é capaz de ler arquivos em CDR, portanto, pode-se abri-lo nesse aplicativo e depois salvá-lo em SVG (sugerido) ou qualquer outro formato reconhecido pelo Adobe Illustrator.

Dica: o Inkscape pode ser baixado livremente pelo endereço http://inkscape.org/. Há, inclusive, uma versão portátil do aplicativo que não necessita de instalação para ser usado.

Dica: além do Inkscape, há outros recursos que também podem ajudar a realizar a conversão de arquivos CDR para formatos reconhecidos pelo Illustrator. Cita-se, por exemplo, o UniConvertor, que também é uma solução de código aberto: http://sk1project.org/modules.php?name=products&product=uniconvertor.

  • Utilize um serviço on-line: se nenhuma das alternativas anteriores forem adequadas, pode-se pesquisar uma solução na Internet que ofereça a conversão on-line de documentos em CDR para AI, EPS, PDF ou SVG. Há vários recursos disponíveis, como por exemplo o site Cloud Converter, cujo endereço é https://cloudconvert.org. Deve-se ficar atento a esses serviços, pois a maioria deles solicita e-mail ou algum tipo de conta como Dropbox ou Google Drive para o envio do documento convertido.

Espero que estas alternativas o ajudem na transferência de artes entre o CorelDRAW e o Adobe Illustrator.

Um abraço e até a próxima publicação.

Gustavo Del Vechio.


Compartilhe essa publicação:

Sobre o autor

Gustavo Del Vechio

Mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo. Autor dos livros Illustrator CS4 - O Design em suas mãos (Érica, 2010) e Design Gráfico com Adobe Illustrator (Campus-Elsevier, 2012). Adobe Certified Expert (ACE) em Illustrator desde a versão CS2.

Ver currículo completo (Lattes)...
↑ Voltar ao topo

Comentários

  • Lohan Andrade

    Infelizmente n existe milagre, até pq a maioria dos arquivos q eu pego em Corel é a maior bagunça. Já peguei um 1,5gb q quando limpei, ficou com 12mb. A maioria n sabe usar o Corel de fato. Essas dicas são o melhor q da pra fazer. Já tentei várias formas de conversão. Faltou só o libredraw do libreoffice q tb lê alguns arquivos

    • Gustavo Henrique Del Vechio

      Pois é Lohan, não conheço qualquer recurso que consiga realizar conversões perfeitas em 100% dos arquivos. No entanto, tenho obtido grande êxito com as sugestões que descrevi nessa publicação. Obrigado por mencionar o LibreDraw, não o conhecia. Vou testar haha 🙂 grande abraço

  • Márcio Gomes

    Tem uma outra forma que uso tb, talvez possa acrescentar nas excelentes dicas acima:
    01 – Baixe a versão de avaliação do Corel, mesmo depois de expirada, o Corel ainda abre o arquivo, não deixando salvar, etc.
    02 – Abra a sua versão do Illustrator, e inicie uma novo arquivo.
    03 – Volte ao Corel, selecione o que precisa de convertido, (normalmente funciona bem com arquivos pequenos tipo logotipos), segure e arraste para dentro do artboard do Illustrator.
    Trabalhar com dois monitores ajuda, mas dá pra fazer no note tb.
    Na maioria das vezes funciona.

    • Gustavo Henrique Del Vechio

      Que legal, Márcio. Muito obrigado por ensinar mais uma opção! o/ 🙂

  • Soni

    e como abrir cdr em photoshop?

    • Gustavo Henrique Del Vechio

      Olá Soni
      O Illustrator é capaz de exportar artes em formato .PSD, inclusive tentando converter elementos e grupos em camadas do Photoshop. Uma sugestão é tentar converter o arquivo .CDR em .AI, depois abrir no Illustrator e usar o menu File > Export (Arquivo > Exportar) para gravar a arte em PSD. Veja aí se funciona 🙂
      Abraços

      • Soni

        Graças a teu suporte consegui converter meus trabalhos do curso a tempo do prazo hahaha. Valeu pela ajuda! Abraço.

  • melhor artigo! resolveu meu problema sem precisar instalar nada de novo no meu computador! Obrigada!!!

  • junior

    essa dica do Inkscape eu não sabia será util no futuro obrigado

  • Gabriel Soligo

    Inkscape resolveu meu problema. Para conversão de logo tipo é bom!

  • Davi Fernandes de Freitas

    Queria saber o motivo pelo qual os designers de comunicação dessas “ASCOM” da vida não disponibilizam a logo em EPS/PDF que são formatos UNIVERSAIS de postscript… Mas não, tem la um CDRzão… E o pior é quando enviamos um EPS/PDF para eles e eles nos pedem o arquivo “em curvas/vetor”… Não é só arrastar o EPS para dentro do Corel/Illustrator/Photoshop da vida?! Para quem mexe com Corel, só existe corel, e isso é, no mínimo, triste.